link para página principal link para página principal
Brasília, 22 de outubro de 2014 - 05:59
Notícias STF Imprimir
Segunda-feira, 06 de maio de 2013

Ministro nega pedido para suspender condenação por crime eleitoral

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), indeferiu a liminar requerida pela Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (AL-BA), no Habeas Corpus (HC) 117338, para suspender a ação penal contra o deputado estadual Luciano Simões de Castro Barbosa (PMDB), condenado por crimes contra a honra, em propaganda eleitoral, praticado contra servidor público (uma promotora de Justiça).

O político foi condenado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) a um ano e quatro meses de detenção, pena que foi substituída por prestação de serviços à comunidade e multa. A execução da decisão ainda está na dependência do julgamento de recurso pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Ao negar o pedido,  o ministro destacou que “o deferimento de liminar constitui providência excepcional; por isso, somente é possível quando demonstrados, de plano, o fumus boni iuris e o periculum in mora. In casu, o paciente foi condenado a 1 ano e 4 meses de detenção e a pena privativa de liberdade foi substituída por restritivas de direito, a evidenciar ausência de ameaça, atual ou iminente, por ato ilegal ou abusivo, ao seu status libertatis, objeto da tutela em habeas corpus”.

VP/AD

Leia mais:
15/04/20123- AL-BA quer anular condenação de deputado por crime eleitoral
 



<< Voltar
Enviar esta notícia para um amigo
 
Praça dos Três Poderes - Brasília - DF - CEP 70175-900 Telefone: 55.61.3217.3000 | Telefones Úteis | STF Push | Canais RSS
Seu navegador n&atilde;o suporta frames.