link para página principal link para página principal
Brasília, 3 de dezembro de 2020 - 14:25
Notícias STF Imprimir
Quarta-feira, 20 de abril de 2016

Exposição no STF destaca história jurídica do Reino Unido e do Brasil

A partir de 27 de abril, o Supremo Tribunal Federal recebe a exposição “1215: A Magna Carta Libertatum/1824: A Primeira Constituição Brasileira”, explorando as semelhanças e identidades entre os dois documentos, apesar do distanciamento de seis séculos.

A mostra, significativa do ponto de vista político, jurídico e histórico, é realizada pelo Museu de Arte Brasileira da Fundação Armando Alvares Penteado (MAB-FAAP), com apoio do STF e da Embaixada do Reino Unido. A Magna Carta foi um dos primeiros instrumentos reguladores do poder e para a consolidação das ideias de dignidade, liberdade e igualdade. Já a Primeira Constituição do Brasil consolidou a independência e a unidade do Estado e ancorou as bases da multifacetada identidade nacional.

Segundo os organizadores da exposição, a Magna Carta continua relevante, como patrimônio internacional que inspirou a Declaração Universal dos Direitos Humanos, adotada pela Organização das Nações Unidas em 1948, e parte das discussões das Assembleias Constituintes brasileiras. O documento tem em comum com as Constituições brasileiras de 1824 e de 1988 o momento de ruptura com o status quo vigente. Todas elas consagraram valores que, em sua essência, contribuíram para o progresso da civilização.

 



<< Voltar
 
Praça dos Três Poderes - Brasília - DF - CEP 70175-900 Telefone: 55.61.3217.3000 | Telefones Úteis | STF Push | Canais RSS
Seu navegador n&atilde;o suporta frames.