link para página principal link para página principal
Brasília, 14 de dezembro de 2019 - 00:31
Notícias STF Imprimir
Quarta-feira, 09 de outubro de 2019

Ministros do STF são homenageados com Troféu Dom Quixote e Medalha do Mérito Justiça & Cidadania

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, abriu nesta quarta-feira (9) a cerimônia na qual foram homenageados os ministros Edson Fachin e Rosa Weber - com o Troféu Dom Quixote de La Mancha - e a ministra Cármen Lúcia - com a Medalha do Mérito Justiça & Cidadania. Essa é a 29ª edição da solenidade, que agracia anualmente personalidades de destaque na defesa da ética, da moralidade, da dignidade, da justiça e dos direitos da cidadania. A condecoração, oferecida pela Confraria Dom Quixote e pela revista “Justiça & Cidadania”, foi inspirada nos personagens criados pelo escritor espanhol Miguel de Cervantes.

No início da solenidade, Toffoli destacou que a comenda faz parte da história da Justiça brasileira. “A premiação brinda todas as personalidades que se destacam por seus incessantes e laboriosos esforços em benefício dos ideais constitucionais, pessoas que contribuem para que o país avance cada vez mais no caminho do desenvolvimento e da paz social”, disse.

Segundo o presidente do STF, o objetivo das instituições é promover a cidadania plena na vida de cada brasileiro mediante a efetividade dos direitos civis, sociais, políticos, econômicos, culturais e de minorias. O ministro destacou que o Poder Judiciário e as instituições essenciais à Justiça – Ministérios Públicos, advocacias pública e privada, Defensoria Pública - têm contribuído decisivamente para concretização desses ideais. “Que as homenagens aqui feitas nos sirvam de inspiração para que sigamos obstinados na defesa e promoção da justiça, da cidadania, da República e da Democracia”, finalizou.

Busca incessante

Segundo o presidente do Instituto Justiça & Cidadania, Tiago Salles - filho do idealizador da comenda, o jornalista Orpheu Salles (falecido) – seu pai acreditava que em cada juiz há um Dom Quixote, em razão da busca incessante e diária pela justiça. Ele explicou que, depois de ser agraciado com o Troféu Dom Quixote, o homenageado pode receber o troféu Sancho Pança, que significa a fidelidade e a lealdade aos mesmos princípios.

Tiago Salles também contou que, após as duas condecorações, há uma terceira, a Medalha do Mérito Justiça & Cidadania, oferecida na edição deste ano à ministra Cármen Lúcia e ao presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha. “Criamos a medalha para continuar homenageando esses brasileiros e brasileiras que trabalham tanto pelo Brasil e que fazem a diferença na nossa sociedade”, afirmou, ao ressaltar que, até hoje, somente receberam a medalha os ministros Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Marco Aurélio, que foi o primeiro magistrado a receber o Troféu Dom Quixote, em 1999.

EC//CF



<< Voltar
 
Praça dos Três Poderes - Brasília - DF - CEP 70175-900 Telefone: 55.61.3217.3000 | Telefones Úteis | STF Push | Canais RSS
Seu navegador n&atilde;o suporta frames.